Ana Neila Torquato

Sobre mim

Ana Neila Torquato é brasiliense, apaixonada por livros e por crianças. É pedagoga, psicopedagoga e trabalha com educação há 25 anos. Sempre gostou de ler, ouvir e contar histórias. Foi no trabalho como coordenadora pedagógica de uma escola pública de educação infantil que surgiu a inspiração para iniciar formalmente sua carreira como escritora de livros infantis. Atualmente integra a equipe da Diretoria de Educação Infantil da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal e tem oito livros publicados. A natureza, os sentimentos e o universo infantil são as maiores inspirações para sua escrita.

www.ananeilatorquato.com.br
(61) 99969-0069 (WhatsApp)
ananeilatorquato@gmail.com

Meus livros

Davi sabe muitas coisas

Ilustrações: Romont Willy
Editora Elementar

O livro convida o leitor a olhar para as potencialidades dos bebês e das crianças pequenas de forma atenciosa. Davi, um bebê que cresce e aprende coisas novas a cada dia, experimenta e vivencia diversas situações. Pontapé inicial para momentos divertidos de interação na mediação de leitura com os pequenos.
Temas: infância, desenvolvimento infantil, expressão oral, facial e corporal.
Público-alvo: educação infantil.

Os sapatos da centopeia

Ilustrações: Helder Peleja
Editora Mais Amigos

Durante uma movimentada festa, os bichos de jardim sentem falta da centopeia. Preocupados com a amiga, vão procurá-la. Em cenário e companhia de personagens característicos do universo infantil, os processos matemáticos de correspondência, comparação, classificação, sequenciação, seriação, inclusão e conservação fazem-se presentes de forma sutil, enriquecendo a narrativa e suas possibilidades de mediação de leitura, sem perder, no entanto, o que há de mais belo: capacidade imaginativa diante de uma história sobre amizade em meio à natureza.
Temas: natureza, bichos do jardim, trabalho em equipe, processos matemáticos.
Público-alvo: educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental.

O caso da caçarola amarela

Ilustrações: Jader de Melo
Editora Elementar

Zinho era um menino que só gostava de comer batata frita, doces e outras guloseimas, até conhecer uma intrigante caçarola amarela. Num clima de mistério, o leitor é convidado a imaginar cada uma das peripécias da tal panela, com suas malucas mas deliciosas produções culinárias. Curiosidade, criatividade, fantasia e superação são temáticas abordadas por meio de um texto que fala sobre a descoberta de novos sabores a partir da iniciativa amorosa de uma mãe e da imaginação de uma criança.
Temas: sentimentos, sabores, curiosidade, fantasia, família, culinária.
Público-alvo: educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental.

A menina Muquerela

Ilustrações: Marília Pirillo
Editora Edebê

Manuela é uma menina que gosta de brincar e de estar com os amigos, mas vive reclamando de tudo. Esse comportamento acaba lhe rendendo um apelido dado pelos próprios amigos. A menina só percebe como suas atitudes influenciam negativamente o relacionamento com outras pessoas quando começa a conviver com alguém que resmunga mais que ela. Manuela e a amiga Isabela vivem uma aventura recheada de rimas e de possibilidades de reflexão sobre amizade e autoconhecimento.
Temas: amizade, bullying, sentimentos, criatividade, comportamento, mudança e rimas.
Público-alvo: educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental.

O canto do passarinho

Ilustrações: Sami Ribeiro
Editora Mais Amigos

Singelo como o canto do passarinho, o texto apresenta formas geométricas, brinca com diferentes sentidos da palavra “canto” e carrega a profundidade de sentimentos como gratidão, tristeza, alegria, união e amizade – sentimentos que dão sentido à vida e nos constituem humanos. História para crianças e adultos, para todos os que encontram beleza na simplicidade e um lindo casamento entre a matemática e a poesia.
Temas: sentimentos, formas geométricas, trabalho em grupo.
Público-alvo: educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental.

Os 3 palitos

Ilustrações: Silvana de Menezes
Editora Imeph
Criado para crianças pequenas, mas capaz de tocar pessoas de todas as idades, o livro conta as aventuras de três amigos que queriam ser algo além de simples palitos de picolé. Juntos, eles conseguem encontrar uma alternativa para realizar seus desejos, viver diferentes experiências e, no momento de descansar, voltar à sua origem: a natureza.
Temas: sustentabilidade, trabalho em equipe, sonhos.
Público-alvo: educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental.

Pé de moeda

Ilustrações: Cibele Santos
Editora Mais Ativos

Durante o passeio no pomar da avó, João, um menino cheio de imaginação, encontra uma moeda. Ao observar a natureza ao redor, ele tem mais uma de suas ideias criativas e a avó o surpreende com um inusitado presente. Um enredo de aprendizado sobre finanças mediado pelo carinho entre avó e neto num cenário repleto das cores e sabores das frutas fresquinhas tiradas do pé.
Temas: educação financeira, natureza, afetividade, alimentação saudável, sonhos e escolhas.
Público-alvo: educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental.

Minha cidade

Ilustrações: Sofia Ferreira
Franco Editora

Tudo começa quando o menino escuta a mãe comparando a cidade onde vivem a um ovo. A partir daí, a aventura fica por conta de uma viagem particular do personagem sobre suas observações dos lugares que frequenta. Escrito em linguagem simples e bem-humorada, o texto é um convite à reflexão sobre a cidade da qual somos parte e tudo o que diz respeito a ela, um convite à imaginação e à autoestima das crianças, que, a partir de uma leitura descontraída e cheia de cor, poderão se ver como criadoras de sua cidade.
Temas: sustentabilidade, saúde, mobilidade urbana, educação financeira, lazer, saúde, educação e responsabilidade governamental.
Público-alvo: educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental.

Palestras e oficinas

Gravação de vídeos, lives, entrevistas virtuais: entrar em contato com o autor ou com o ICA.

Prazer em conhecer

Conversa informal sobre o processo de criação das histórias, do livro, espaço para perguntas e sessão de autógrafos. Contação de história do livro.
Duração: cerca de 1 hora.
Público-alvo: alunos da educação infantil e dos anos iniciais do ensino fundamental.

Roda de leitura

Atividade prática de leitura compartilhada e conversa sobre livro específico (à escolha do solicitante). Na roda
serão exploradas as características físicas e elementos significativos da narrativa do livro, além das possibilidades
de conversas a partir da leitura.
Duração: cerca de 1 hora.
Público: bebês, crianças, pais, avós, professores, monitores e estudantes da área de educação.

Era uma vez

Você já pensou em contar uma história de forma envolvente? Nesta oficina são compartilhados momentos de fantasia alicerçados em diferentes técnicas de contação de histórias. O “era uma vez” continua… para sempre.
Duração: 2 horas.
Público-alvo: professores de educação infantil e do ensino fundamental e estudantes de pedagogia.

Liv ro aqui, liv ro acolá: a importante tarefa de mediar

Vamos conversar sobre o objeto livro e suas potencialidades como suporte de linguagem artística e literária; o
papel do mediador de leitura na constituição do sujeito leitor; e a importância da escola e dos profissionais de
educação na construção do comportamento leitor de bebês e crianças.
Duração: cerca de 2 horas.
Público: pais, avós, monitores, professores e estudantes da área de educação.

Leitura de colo: desafios e gostosuras da leitura para bebês

Um convite à reflexão sobre o papel das histórias e o objeto livro no desenvolvimento das funções psicológicas
na primeira infância; a importância da voz afetiva na constituição do sujeito leitor desde a mais tenra idade. Por
onde, o que e como começar a ler para os bebês e crianças bem pequenas.
Duração: 2 horas.
Público: pais e mães gestantes, avós, cuidadores, monitores, professores e estudantes da área de educação.

Pé de poesia: plantando poesia para colher leitores

Um encontro animado a partir de leitura de poemas e conversa reflexiva sobre a importância de ler poemas
e descobrir poesia com as crianças desde a mais tenra idade. E como, para aproveitar a poesia, não há hora
marcada, lugar específico ou idade determinada, aproveitaremos o momento para descobrir o poeta que mora
em cada um dos participantes.
Duração: 2 horas.
Público: pais, avós, monitores, professores e estudantes da área de educação.

Gostou? Falta pouco para você sentir-se em Casa

casadeautores@gmail.com

FALE COM O ICA