Flávia Ribas e Marcone Gonçalves

Sobre nós

Flávia Ribas é escritora e estudiosa de literatura infantojuvenil. Formada em jornalismo pela Universidade de Brasília e pela Université de Rennes, na França, possui mais de 15 anos de experiência em comunicação corporativa. Estudou literatura infantojuvenil na Universidad Autónoma de Barcelona. Trabalhou durante quatro anos no Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) no Brasil e no programa educativo Escola Brasil, para crianças, na Rádio Nacional da Amazônia. Coordenou o grupo de comunicação das Nações Unidas na Guiné-Bissau. É membro do Grupo de Pais e Amigos da Biblioteca Infantil da Asa Sul. Marcone Gonçalves é filho do professor Carlos e da escrivã Maria. Centralense, sertanejo e candango. Jornalista pela UnB, foi professor do curso de jornalismo na Católica e no UniCeub. Escreve peças teatrais, poesias apaixonadas e a prosa sistemática dos relatórios. É mestrando do curso de Direito da Universidade Católica e sócio da Torre Comunicação e Estratégia. Pai de João, Maria e Ana.

(61) 98151-3831
flaribas@gmail.com
(61) 99972-8830

Nossos livros

O casamento da girafa com o leão

Ilustrações: Carmen San Thiago
Abaré Editorial

Fábula sobre a diversidade e o amor, com os bichos que as crianças adoram: zebras, elefantes, macacos, rinocerontes, hipopótamos, além dos protagonistas. A história foi inspirada em um casal amigo da autora que já tem dois filhotes, e fala sobre encontrar a felicidade. As vivências da autora no continente africano e as aquarelas da ilustradora Carmen San Thiago deram vida aos personagens que vêm morar no Cerrado brasileiro. O texto é composto de rimas e tem sonoridade que desperta o interesse das crianças. O livro já foi traduzido para o francês, mas ainda não foi publicado nesse idioma.

Temas: fábula, diversidade, animais, fauna, amizade.

Público-alvo: a partir de 4 anos.

As cores de Tó

Ilustrações: Carmen San Thiago
Edufes (Editora da Universidade Federal do Espírito Santo)
IV Prêmio de Literatura da Universidade Federal do Espírito Santo – categoria infantojuvenil

História inspirada na vida de duas crianças – Tó e Anna – que vivem em regiões com conflitos armados no Sudão do Sul, país africano. Por causa da guerra, tiveram que deixar suas aldeias e fugiram para campos de refugiados. Lá recebem apoio de diversas pessoas que vêm de longe para ajudá-las. O trabalho se baseou no relato da psicóloga Débora Noal, do Médicos Sem Fronteiras.

Temas: África, guerras, refugiados, ajuda humanitária, sentimentos, emoções.

Público-alvo: anos iniciais e finais do ensino  fundamental.

Coronavírus: vamos nos proteger

lustrações: Mandrill Filmes
Ministério da Saúde

Cartilha publicada no início da pandemia, em abril de 2020, explica para as crianças o que é o vírus e como evitar a contaminação, ensina a lavar as mãos e a lidar com os sentimentos que surgiram com a chegada da epidemia ao Brasil. Produzida durante a gestão do ministro Henrique Mandetta, usa linguagem adequada para tratar de assunto complexo, que passou a fazer parte da vida das crianças brasileiras. Virou animação feita pela Mandrill Filmes.

Temas: saúde, coronavírus, higiene.

Público-alvo: anos iniciais da educação infantil e do ensino fundamental.

O livro é gratuito e está disponível na página do Ministério da Saúde.

Duas peças teatrais

Abaré Editorial

Duas histórias cheias de emoção e um tanto de aventura. A primeira, “Bala perdida”, é um thriller político-policial que mostra a ascensão meteórica de um ex-bandido ao poder. A outra, um musical baseado nas canções do Raul Seixas, que toca emoções, questionamentos existenciais, morais e provocações ácidas e divertidas do autor de “Metamorfose ambulante” e “Gita”.

Temas: teatro, política, violência, musical, Raul Seixas.

Público-alvo: ensino médio.

Há um vinho à tua espera

Abaré Editorial

Coletânea de poemas, sonetos, elegias, comentários e provocações, a partir da perspectiva e do olhar de um interiorano descobrindo e se descobrindo no ambiente típico da capital do Brasil.

Temas: poesia, autoconhecimento, comportamento, cultura.

Público-alvo: ensino médio.

Palestras e oficinas

Gravação de vídeos, lives, entrevistas virtuais: entrar em contato com o autor ou com o ICA.

Diversidade é criatividade

O que pode acontecer na união de uma girafa com um leão? Um tigre e um tubarão? Uma ema e um gavião? A partir da união de bichos da fauna brasileira e do Cerrado com outros animais preferidos da criançada, Flávia ajuda a criar rimas e a estimular a criatividade das crianças nessa oficina, que pode incluir a participação da ilustradora Carmen San Thiago.
Duração: cerca de 1 hora.
Público-alvo: alunos da educação infantil e dos anos iniciais do ensino fundamental.

As cores e as emoções

A partir dos sentimentos e das cores, é possível despertar nas crianças um diálogo de autoconhecimento. O que sentimos e o que fazer com os sentimentos? Conhecemos o nosso corpo e o nosso coração? O que fazer para ajudar alguém que está com sentimentos complicados?
Duração: cerca de 1 hora.
Público-alvo: alunos dos anos iniciais e finais do ensino fundamental.

Política da violência e a violência da política

Um país democrático pode conviver com formas de violência política? Como a violência política se expressa nas narrativas da vida privada e social? A comunicação social se apropria da violência como recurso de atração de leitores? Como o discurso da violência molda as diferentes identidades culturais e nacionais? A partir dessas questões, Marcone Gonçalves, estudante do mestrado em Direito da Universidade Católica, debate a produção narrativa como caminho de construção do diálogo, do consenso e da paz.
Duração: cerca de 1 hora.
Público-alvo: alunos do ensino médio.

Toca Raul: rebeldia com causa

O autor da peça “Seixas, o musical” discute as diferentes “personas” que emergem da obra do roqueiro baiano. Assim como Fernando Pessoa com seus heterônimos, Raul Seixas engendra diferentes personagens em sua obra. Com elas, aponta, tal como Zigmunt Bauman, para a liquidez do espírito de nosso tempo: a cultura pop americanizada, os modismos, as experiências religiosas, as questões de amor e fidelidade em tempos líquidos.
Duração: cerca de 1 hora.
Público-alvo: alunos do ensino médio.

Gostou? Falta pouco para você sentir-se em Casa

casadeautores@gmail.com

FALE COM O ICA